SILVA DUNDURO nasceu em 25 de fevereiro de 1964, no distrito do Búzi, província de Sofala, Moçambique. Atualmente, é Ministro da Cultura e Turismo de Moçambique, e vive em Maputo, capital do país.

Desde os anos de 1980, tem participado de vários movimentos socioculturais e de exposições de arte nacionais e internacionais.

De 1987 a 2003, impulsionou o movimento cultural moçambicano a partir da “Casa de Cultura”. Em 1989, foi membro fundador do “Núcleo de Artes Plásticas”, na cidade da Beira. Foi também membro do “Núcleo de Arte de Maputo” e membro fundador da “Associação Cultural Casa do Artista”. Em 1996, foi eleito “Personalidade Cultural do Ano”, iniciativa do Diário de Moçambique, da cidade da Beira.

Entre 2008 e 2009, fez estudos de Mestrado no Brasil e trabalhou com a pintora Maria Do Karmmo, em seu atelier, no Rio de Janeiro.

Desde 2012, tem participado de várias exposições coletivas em Moçambique (Beira, Chimoio, Maputo e Tete) e no estrangeiro (Itália Namíbia, Portugal e Suécia, entre outros).

OBRAS DA KAPULANA

Na aldeia dos crocodilos, Contos de Moçambique, v. 7, de Adelino Timóteo, 2018.

DESTAQUES

  • Em 1996 foi eleito personalidade cultural do ano, iniciativa do Diário de Moçambique, cidade da Beira.
  • De 2008 a 2009, trabalhou com a pintora Maria Do Karmmo, no Palmar Atelier, no Rio de Janeiro, Brasil.
  • Em 2012 participou de várias exposições coletivas em Moçambique e no estrangeiro.
  • Atualmente desempenha funções de Ministro da Cultura e Turismo.