SARAU DAS PRETAS

Diante do cenário de empoderamento feminino pela garantia dos direitos das mulheres, jovens escritoras negras atuantes nas periferias da cidade de São Paulo têm revelado, através da literatura, de seus tambores e de seus corpos, as realidades de viver o feminino e o feminismo. Acreditando que a presença negra é também um ato político na negritude, este sarau é conduzido por quatro escritoras/poetizas negras paulistanas. Assim, O SARAU DAS PRETAS reúne grande público disposto a partilhar as vivências e reflexões que essas mulheres expressam através da sua arte. Cada encontro é tematizado por algum assunto contemporâneo ou premente que envolva protagonismo da mulher negra e suas questões.

O SARAU DAS PRETAS é realizado em centros culturais, SESC’s ou espaços congêneres como forma de ampliar e fortalecer os espaços de protagonismo feminino negro.

É composto por Jô Freitas, Débora Garcia, Elizandra Souza, Thata Alves e Taissol Roberta Silva.

PARTICIPAÇÕES EM EVENTOS DA KAPULANA

Participaram do lançamento do livro Sangue negro, de Noémia de Sousa, no dia 26 de novembro, na Balada Literária de São Paulo, na Biblioteca Alceu Amoroso Lima.