Sangue Negro, da moçambicana Noémia de Sousa, no Brasil, pela Editora Kapulana

A Editora Kapulana faz lançamento nacional de Sangue Negro, de Noémia de Sousa, a Mãe dos Poetas Moçambicanos, pela primeira vez no Brasil

SANGUE NEGRO, da moçambicana Noémia de Sousa (1926-2002), é obra fundamental que marcou as gerações de poetas africanos. É composta por 46 poemas, inicialmente publicados esparsamente em jornais, que retratam a luta dos oprimidos na época colonial de Moçambique. São poemas que representam a voz dos negros, das mulheres e dos trabalhadores oprimidos.

O conjunto de poemas teve duas edições moçambicanas (2001 e 2011) e agora chega finalmente ao Brasil pela Editora Kapulana. Primeira edição brasileira, a obra apresenta rigor no tratamento dos textos.

A Kapulana optou por manter a grafia original dos textos, sem atualizações, de forma a que as particularidades da poesia de Noémia não se perdessem, como a sonoridade e o ritmo dos versos. Notas elucidativas foram inseridas no texto principal. Notas finais sobre termos de línguas locais foram devidamente organizadas com o auxílio de estudiosos de literaturas africanas de língua portuguesa do Brasil e de Moçambique.

Além dos 46 poemas de Noémia de Sousa, a edição brasileira conta com importante prefácio da pesquisadora brasileira Profa. Dra. Carmen Lucia Tindó Secco, e com uma seção de inestimável valor artístico denominada “Mensagens para Noémia”. São textos em prosa, em versos e ilustrados; de amigos, parentes, conhecidos, artistas plásticos, poetas, prosadores, estudiosos, ativistas culturais; mais jovens, mais velhos; brasileiros, moçambicanos, angolanos, portugueses, goeses.  Mariana Fujisawa, artista brasileira, ilustra a obra, inclusive com retratos inéditos de Noémia de Sousa.

Para o lançamento no Brasil do icônico livro da Mãe dos Poetas Moçambicanos, a Kapulana participou de dois grandes eventos literários: a II Pré-balada Literária da Bahia e a Balada Literária de São Paulo.

A II Pré-balada Literária da Bahia aconteceu nos dias 11 e 12 de novembro de 2016, na Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Biblioteca dos Barris). O lançamento do livro Sangue negro ocorreu no dia 11/11, às 17h, com leitura interpretada de alguns poemas de Noémia de Sousa por Lúcia Santos e Luíza Santos e intervenção visual com Pablo Dinada e Zezé Olukemi.

A Balada Literária de São Paulo realizou-se entre os dias 23 e 27 de novembro de 2016. O lançamento do livro Sangue negro, intitulado “Um canto para Noémia de Sousa”, aconteceu no dia 26 de novembro, na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, às 16h30.

O evento contou com apresentação especial do “Sarau das Pretas”, grupo formado por quatro escritoras/poetizas negras paulistanas, que declamaram alguns poemas de Noémia de Sousa com a mesma força que a autora escreve no seu livro. Enquanto os poemas eram declamados, a ilustradora do livro, Mariana Fujisawa, realizou uma intervenção artística na Balada. Também aconteceram performances literárias com os escritores Nelson Maca e Raffa Carvalho.

 

A Editora Kapulana agradece a todos que ajudaram a concretizar este belíssimo trabalho na Pré-balada Literária de Salvador e na Balada Literária de São Paulo, em especial o escritor Marcelino Freire, que tornou possível o lançamento do livro Sangue negro, de Noémia de Sousa, com muito carinho e dedicação.

São Paulo, 28 de novembro de 2016.

Veja fotos do evento: http://www.kapulana.com.br/26112016-um-canto-para-noemia-de-sousa-lancamento-de-sangue-negro-de-noemia-de-sousa-na-balada-literaria-2016-em-sao-paulo-sp/ 

Veja as fotos da Pré-Balada: http://www.kapulana.com.br/11-e-12-112016-lancamentos-de-a-noiva-de-kebera-de-aldino-muianga-e-de-sangue-negro-de-noemia-de-sousa-ii-pre-balada-literaria-da-bahia-biblioteca-dos-barris-salvador-ba/

Saiba mais sobre o livro Sangue negro: http://www.kapulana.com.br/produto/sangue-negro/ 

Saiba mais sobre a escritora Noémia de Sousa: http://www.kapulana.com.br/noemia-de-sousa/

Saiba mais sobre a ilustradora Mariana Fujisawa: http://www.kapulana.com.br/mariana-fujisawa/