Publicado em

Escritores moçambicanos da Kapulana no Brasil – de 28/04 a 07/05/2017

Escritores moçambicanos da Editora Kapulana participam no Brasil de diversas atividades, em São Paulo, Poços de Caldas e Campinas

UNGULANI BA KA KHOSA, LUCÍLIO MANJATE e SANGARE OKAPI, escritores moçambicanos com livros publicados pela brasileira editora Kapulana, cumpriram extensa agenda de atividades durante sua estadia no Brasil, no período entre 28 de abril e 7 de maio de 2017, em três cidades brasileiras: São Paulo, Poços de Caldas e Campinas.

Em 28 de abril, pela manhã, a comitiva de Moçambique da qual faziam parte os três escritores moçambicanos da Kapulana, autoridades de Moçambique e outros escritores, foi recebida com um café da manhã de boas-vindas na CBL, Câmara Brasileira do Livro, em São Paulo, capital, em cerimônia conduzida por seu presidente Luís Antonio Torelli. A diretora da Editora Kapulana, Rosana M. Weg, participou da mesa de recepção aos moçambicanos, ao lado, entre outros, de Gisele Ferreira, curadora do Flipoços, Roberto Dove, representante do Ministério da Cultura de Moçambique, e Romualdo Jonhan, cônsul de Moçambique no Brasil.

No dia seguinte, 29 de abril, a comitiva moçambicana partiu para Poços de Caldas, MG, sede da 12a. Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas e FliPoços 2017 – Festival Literário de Poços de Caldas. Durante a abertura oficial do FliPoços 2017, Ungulani Ba Ka Khosa, autor dos livros publicados pela Kapulana, Orgia dos loucos e O rei mocho, foi o escritor estrangeiro homenageado desta 12a. edição do festival literário.

No dia 1o. de maio, UNGULANI BA KA KHOSA, LUCÍLIO MANJATE e SANGARE OKAPI participaram de sessões de autógrafos de seus livros. Na ocasião, foram lançados dois novos títulos: A triste história de Barcolino, o homem que não sabia morrer, de Lucílio Manjate, também autor de O jovem caçador e a velha dentuça. Sangare Okapi autografou Mesmos barcos ou poemas de revisitação do corpo.

No dia 02 de maio, pela manhã, na esplanada do “Café Concerto”, no Parque José Afonso Junqueira, em Poços de Caldas, MG, a comitiva de escritores de Moçambique, composta pelos escritores da Kapulana, Ungulani Ba Ka Khosa, Lucílio Manjate e Sangare Okapi, e os escritores Paulina Chiziane, Mbate Pedro, Rui Laranjeira e Dani Wambire, participaram de uma sessão ao ar livre de entrevistas e leituras de textos literários, conduzida pelo jornalista e escritor  Claufe Rodrigues, para o programa televisivo Globo News Literatura.

Nos outros dias do importante evento literário, Ungulani Ba Ka Khosa, Lucílio Manjate e Sangare Okapi participaram de várias atividades como encontros com outros escritores, rodas de conversas com leitores, mesas temáticas, sessões de autógrafos no stand da Kapulana/Inalivros, sessões de fotos e filmagens.

No dia 3 de maio, os escritores da Kapulana, acompanhados do escritor Mbate Pedro, participaram da “II Jornada de Teoria Literária e Literaturas Africanas”, na Universidade Estadual de Campinas, Unicamp. O evento foi organizado pelo GELCA (Grupo de Estudos de Cultura e Literatura Africanas) e pelo IEL (Instituto dos Estudos da Linguagem), com o apoio da Editora Kapulana.

Na ocasião os escritores tiveram a oportunidade de falar sobre a história da literatura moçambicana e conversar com alunos, professores e outros pesquisadores sobre o processo de criação literária das diversas gerações de escritores de Moçambique.

Para finalizar o evento, o grupo formado pelas artistas Mariana Rhormens, Ana Pessoa e Thaiane Atanásio fez apresentação cênica com leitura dramatizada de trechos das obras de Ungulani Ba Ka Khosa (Orgia dos loucos), de Lucílio Manjate (A triste história de Barcolino, o homem que não queria morrer) e de Sangare Okapi (Mesmos barcos ou poemas de revisitação do corpo). Escritores e artistas tiveram a oportunidade de interagir com o público e foram bastante aplaudidos.

A Editora Kapulana agradece a todos que contribuíram para a divulgação de seus escritores moçambicanos e suas obras no Brasil: governo de Moçambique, equipe do FliPoços 2017, equipe da CBL (Câmara Brasileira do Livro), equipes da Unicamp, do GELCA (Grupo de Estudos de Cultura e Literatura Africanas) e IEL (Instituto dos Estudos da Linguagem), InaLivros, equipe da Kapulana e aos escritores de Moçambique, e seus acompanhantes, sempre atenciosos e dispostos a participar das atividades propostas.

Saiba mais:

Kapulana, escritores e suas obras: www.kapulana.com.br/nossos-autores

CBL – Câmara Brasileira do Livro, São Paulo, SP – Recepção à comitiva de Moçambique:

http://www.kapulana.com.br/28042017-recepcao-comitiva-de-mocambique-na-cbl-em-sao-paulo-sp/

FliPoços 2017, Poços de Caldas, MG:

Fotos da abertura oficial: http://www.kapulana.com.br/29042017-abertura-oficial-do-flipocos-2017-em-pocos-de-caldas-mg/

Fotos dos lançamentos de livros e sessões de autógrafos: http://www.kapulana.com.br/01052017-lancamento-de-mesmos-barcos-ou-poemas-de-revisitacao-do-corpo-de-sangare-okapi-e-a-triste-historia-de-barcolino-o-homem-que-nao-sabia-morrer-de-lucilio-manjate-no-flipocos-em-po/

Fotos dos encontros dos escritores moçambicanos: http://www.kapulana.com.br/02052017-encontros-dos-escritores-da-kapulana/

Vídeo dos encontros dos escritores moçambicanos: https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1516171298424814&id=494520167256604

II Jornada de Teoria Literária e Literaturas Africanas”, Unicamp, Campinas, SP:

http://www.kapulana.com.br/03052017-editora-kapulana-na-unicamp-ii-jornada-de-teoria-literaria-e-estudos-africanos/